• Wagner Marques - Marketing & Comunicação

Última fase do TATIC A-CDM passa em teste de aceitação

Atualizado: Out 19


O Factory Acceptance Test (FAT) do TATIC A-CDM (Airport Collaborative Decision Making), realizado recentemente pela Saipher ATC foi considerado um sucesso. Durante a atividade, realizada na sede da empresa, aconteceram os testes completos do sistema para validação da funcionalidade e performance em operação, seguindo todos os parâmetros e especificações pré-estabelecidos. Participaram da verificação, o Coronel Intendente Régio Marcos Abreu, o Major Aviador Marcio Rodrigues Ribeiro Gladulich, o 1º Tenente Osvaldo, equipe da Saipher, além de outros representantes da Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo (CISCEA) e do Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA).

Na ocasião, foram apresentados os Key Performance Indicators (KPIs) do TATIC A-CDM em operação, desde 2020, no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos. Os dados possibilitam uma visão ampla para análise da eficiência do aeródromo e de seus parceiros. O Diretor de Operações da Saipher ATC, Fred Boratto, ao falar sobre o êxito obtido no FAT, destacou a importância dos indicadores. “Com os KPIs do A-CDM, o Brasil entra na vanguarda dos aeroportos, de primeiro mundo, que têm informações em tempo real para auxílio da tomada de decisão e aumento da eficiência e segurança operacional”, avalia. Para reforçar, o diretor citou a famosa frase de Robert Kaplan e David Norton, criadores do BSC, uma importante ferramenta de gerenciamento estratégico: “O que não pode ser medido não pode ser gerenciado’”, completou Fred.


Mais sobre o TATIC A-CDM

O conceito TATIC A-CDM tem como base o documento Airport CDM Implementation Manual, elaborado pelo European Organisation for the Safety of Air Navigation (Eurocontrol). Junto aos módulos ACISP (Airport CDM Information Sharing Platform) e PDS (Pre Departure Sequence) o sistema permite a interação entre a Operação de Rede (Network

Operations – NO), a Torre de Controle (Air Traffic Control – ATC), os Operadores de Aeronave (Aircraft Operator – AO), as empresas que prestam serviços auxiliares para o transporte aéreo (Ground Handling – GH) e os Centros de Controle Operacionais Aeroportuários (Airport Operations – AOC). Para isso, esses parceiros utilizam a plataforma, por meio da qual podem compartilhar informações e assim melhorar a eficiência operacional, a previsibilidade e a pontualidade das operações no aeródromo.




75 visualizações

Posts recentes

Ver tudo