• Wagner Marques - Marketing & Comunicação

SAT do TATIC A-CDM é um sucesso


A Saipher ATC realizou com sucesso, o SAT (Site Acceptance Test) do TATIC A-CDM (Airport Collaborative Decision Making), no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos. A ação é um teste completo para validação da funcionalidade e performance do sistema, durante sua operação no aeródromo. Ela segue todos os parâmetros e especificações pré-estabelecidos pelo Eurocontrol (European Organisation for the Safety of Air Navigation) e acontece na sequência do FAT (Factory Acceptance Test) realizado anteriormente na sede da Saipher ATC.

Com uma grande aceitação por parte das empresas aéreas e do próprio aeroporto, os resultados revelam que a adoção do A-CDM foi uma ação muito positiva e acertada do DECEA (Departamento de Controle do Espaço Aéreo), por meio da CISCEA (Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo).

Após um ano operando sob o novo conceito, os ganhos relacionados à previsibilidade dos voos são notórios. O Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA) passou a saber, por exemplo, em média 50 minutos antes quando uma aeronave vai decolar, com uma precisão próxima de apenas três minutos. Para efeito de comparação, em um aeroporto não A-CDM, a decolagem acontece em um intervalo de uma hora com base nas regras de plano de voo.


Desafios e ganhos do A-CDM


O Diretor de Operações da Saipher ATC, Fred Boratto explica que todas as entregas respeitaram rigorosamente os parâmetros e requisitos constantes no Airport CDM Implementation Manual, elaborado pelo Eurocontrol, e foram realizadas dentro dos prazos estabelecidos. Ele destaca que outros ganhos consideráveis ainda estão por vir. “Os Key Performance Indicators (KPIs) do TATIC A-CDM garantem, depois de um ano em operação, uma visão ampla para análise da eficiência do aeródromo e de seus parceiros, condição que somente uma operação A-CDM permite”, afirma. Com informações precisas todos os partners conseguem otimizar os seus processos. Ganham a Operação de Rede, a Torre de Controle, os Operadores de Aeronave, as empresas que prestam serviços auxiliares para o transporte aéreo e os Centros de Controle Operacionais Aeroportuários.

Fred acrescenta que ter informações em tempo real para auxílio da tomada de decisão, aumenta a eficiência e segurança operacional no aeródromo. “A operação fica muito mais eficiente. Seria impossível levar o aeroporto a um novo patamar sem o A-CDM. Somente com a implantação do conceito é que passa a existir uma base de dados cujos números permitem uma gestão muito mais eficaz. Assim, é possível a aplicação de medidas e, mais do que isso, conhecer com precisão se elas foram efetivas ou não. A proposta do A-CDM é tornar possível aos players ter uma consciência do que está acontecendo, de uma forma plena, por meio de uma visão geral e toda baseada em números”, destaca.


Sobre TATIC A-CDM


Junto aos módulos ACISP (Airport CDM Information Sharing Platform) e PDS (Pre Departure Sequencer) o TATIC A-CDM permite a interação entre a Operação de Rede (Network Operations – NO), a Torre de Controle (Air Traffic Control – ATC), os Operadores de Aeronave (Aircraft Operator – AO), as empresas que prestam serviços auxiliares para o transporte aéreo (Ground Handling – GH) e os Centros de Controle Operacionais Aeroportuários (Airport Operations – AOC). Os parceiros utilizam a plataforma para compartilhar informações de modo a melhorar a eficiência operacional, a previsibilidade e a pontualidade das operações no aeródromo.


52 visualizações

Posts recentes

Ver tudo