• Wagner Marques - Marketing & Comunicação

Operação remota no CINDACTA II

A partir do Segundo Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo, CINDACTA II, em Curitiba, os Aeródromos de Corumbá e de Uruguaiana estão sendo operados de forma remota por meio do TATIC R-AFIS.

Um dos destaques do sistema é o módulo Mobile. Com ele, o aeroporto consegue se comunicar com o órgão, em Curitiba, eliminando consideravelmente a fonia. Agora, o CINDACTA II passa a ter o sistema TATIC totalmente integrado ao Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAB).


O CINDACTA II

Responsável pelo controle do tráfego aéreo de uma região com intensa movimentação aérea, que representa mais de 30% do movimento aéreo nacional, o CINDACTA II tem por missão institucional garantir a vigilância e o controle da circulação aérea geral, bem como conduzir as aeronaves que mantêm a integridade e a soberania do espaço aéreo brasileiro, na área de sua responsabilidade.


O cumprimento dessa missão passa pelo investimento contínuo na atualização de seus sistemas operacionais, na qualidade e excelência de seus recursos tecnológicos e na qualificação de seus recursos humanos. O CINDACTA II presta serviços de gerenciamento de tráfego aéreo, defesa aérea, informações aeronáuticas, meteorologia aeronáutica, telecomunicações aeronáuticas e busca e salvamento.


O TATIC R-AFIS

O TATIC R-AFIS é parte da solução TATIC® Suite, cuja base são as strips eletrônicas (do inglês EFPS - Electronic Flight Progress Strips). Desenvolvido para atividades operacionais AFIS, além das funções do EFPS TATIC CWP, ele contempla interface para troca de informações entre a aplicação desktop e um aplicativo móvel destinado à operação aeroportuária local. Os principais usuários são as Estações Prestadoras de Serviço de Telecomunicações e Tráfego Aéreo (EPTA) ou Provedores de Serviços de Navegação Aérea (PSNA) que prestem o serviço de informação de voo de aeródromo no modelo remoto.

194 visualizações

Posts recentes

Ver tudo