• Wagner Marques - Marketing & Comunicação

Aeroporto Internacional de Goiânia recebe novo sistema


A torre do Aeroporto Internacional de Goiânia, Santa Genoveva, acaba de implantar o TATIC 2.0 para modernizar suas operações. O antigo SGTC deu lugar ao sistema TATIC TWR.

A substituição representa uma solução necessária, pois o SGTC havia deixado de receber atualizações, não integrando seus módulos ao Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAB). Isso gerava uma sobrecarga na operação para os controladores de tráfego aéreo que atuam do aeródromo.

A ação estava prevista em contrato firmado pela Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo (CISCEA) com a Saipher ATC. A empresa é responsável pelo TATIC Suite, um leque de soluções, do qual o sistema TATIC TWR faz parte, formado por módulos que se integram para utilização nos mais diversos setores de planejamento, gerenciamento e controle do tráfego aéreo. Os produtos têm como prerrogativa garantir a veracidade e a eficiência na troca da informação, para que ela seja a mesma para todos os usuários do SISCEAB.


Sobre o TATIC TWR


O TATIC TWR foi desenvolvido pela Saipher ATC para operação e gerenciamento de torres de controle com base em strips eletrônicas (EFPS - do inglês Electronic Flight Progress Strip). Entre suas principais finalidades está o auxílio ao controlador de tráfego aéreo na organização do tráfego local, o armazenamento de informações operacionais relevantes para uso em nível local ou global e a integração de dados com sistemas próprios ou de terceiros para auxiliar a tomada de decisões colaborativas.


Em aeródromos internacionais


O sistema TATIC TWR, instalado em Goiânia está em operação no aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, desde 1998. Ele atende a diversas posições na torre de controle e é utilizado em tráfegos de média e grande movimentação. Além de Goiânia e São Paulo, também está em operação no Rio de Janeiro, (RIOGaleão – Aeroporto Tom Jobim), em Belo Horizonte, (Aeroporto Internacional Tancredo Neves - Confins), Curitiba (Aeroporto Internacional Afonso Pena), Salvador (Aeroporto Internacional Dep. Luís Eduardo Magalhães), Manaus (Aeroporto Internacional Eduardo Gomes), Brasília (Aeroporto Internacional Presidente Juscelino Kubitschek), entre outros.


Características do sistema TATIC TWR


  • Sistema modular que permite utilização de cluster e redundância.

  • Plataforma Microsoft

  • Biometria para garantir a identidade do operador que está em uso.

  • Gerenciador de conflito, recurso de alerta ao usuário sobre possíveis problemas, como por exemplo, duas aeronaves na mesma pista.

  • Design e navegabilidade desenvolvidas para melhor usabilidade possível ao usuário.

  • Integração com os sistemas ATC e aeroportuário para assegurar a fidelidade e consistência dos dados.

  • Monitoramento do sistema - Os sistemas possuem um CMS (Content Management System) próprio de modo que o usuário possa monitorar o status do sistema.

  • Permite integração entre os sistemas da torre e demais sistemas ATC, minimizando a possibilidade de erro humano, mantendo a integridade das informações recebidas e transmitidas entre os órgãos.

139 visualizações

Posts recentes

Ver tudo